Rússia e Liga Árabe propõem mediar negociações diretas na Síria.

Com o prolongamento da guerra civil e sem o apoio expresso e direto de nenhuma outra grande nação, a Síria mostra sinais claros de fadiga, tanto rebeldes quanto governo, demonstram reconhecer que na guerra, não há vencedores.

Líderes da Rússia e dos países que integram a Liga Árabe se ofereceram para mediar negociações diretas entre os rebeldes e o governo do presidente Bashar al-Assad, na Síria, que travam uma guerra civil que dura quase dois anos e já deixou mais de 60 mil mortos.

Falando após uma reunião com o chefe da Liga Árabe, Nabil Elaraby, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse que uma solução militar para o conflito representaria uma destruição mútua.

Elaraby, por sua vez, acrescentou que a oposição síria já demonstrou sinais de disposição para o diálogo.

De forma oficial, no entanto, até agora os dois lados da guerra têm rejeitado o contato direto e deixado claro que o objetivo continua sendo a vitória militar.

A proposta dos russos e árabes chega pouco antes de uma reunião de dois dias do Conselho Nacional Sírio (que congrega as forças opositoras), marcada para ter início nesta quinta-feira, no Cairo.

A intenção é discutir propostas para o futuro político da Síria.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Mundo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s