Em visita histórica, mas sem estratégia para paz, Obama é recebido por Abbas na Palestina.

Sem dúvidas, é algo histórico para o estado da Palestina. Depois do distanciamento no Governo Bush, essa reaproximação de Obama pode colocar panos quentes nas pretensões judaicas.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi recebido nesta quinta-feira (21/03) pelo presidente da ANP (Autoridade Nacional palestina), Mahmoud Abbas, na sede do governo palestino, a esplanada de Muqata, em Ramallah. Trata-se da primeira viagem de um presidente dos Estados Unidos aos territórios palestino ocupados por Israel.

No encontro, Obama tentará convencer as autoridades palestinas a retomarem as negociações de paz, o que estes só aceitam fazer sob condição de que os assentamentos judaicos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental sejam interrompidos. Segundo porta-vozes da Casa Branca, Obama não trouxe em sua viagem ao Oriente Médio um plano de paz definido. “O objetivo do presidente é ouvir”, disseram.

A cerimônia foi marcada por protestos pela cidade. Cerca de 300 pessoas, segundo o jornal Maan, seguravam sapatos nas mãos (atitude considerada não amigável em países muçulmanos), cantavam slogans anti-Obama – como “deixe de apoiar os crimes de guerra israelenses” e “Estados Unidos, Israel e Reino Unido: triângulo do terror” – e pediam para que ele deixasse logo os territórios palestinos ocupados.

Agência Efe

O presidente da ANP, Mahmoud Abbas, e o dos EUA, Barack Obama, em visita a Ramallah

Outros participantes acusaram os EUA de “votarem a favor da ocupação” em 29 de novembro, quando os palestinos obtiveram na ONU o status de Estado não membro, e de não serem “neutros” no conflito. Os manifestantes também reivindicavam o direito de retorno para os refugiados e a liberdade para todos os presos palestinos em prisões israelenses.

A polícia cercou a rua que conduz da praça Al Manara até Muqata, onde é realizado o encontro de cúpula. Cerca de 150 agentes foram enviados para reforçar a segurança da área.

Obama chegou de helicóptero, e não atravessou o território ocupado de carro, como esperavam alguns dirigentes palestinos. Ele foi recebido por uma banda militar que tocou os hinos dos EUA e da Palestina e em seguida cumprimentou o primeiro-ministro, Salam Fayyad, os membros do Conselho de Ministros e outros funcionários de alta patente.
Bandeiras norte-americanas e palestinas, grandes medidas de segurança e tapetes vermelhos serviram de cenário para uma cerimônia solene na qual não surgiram os sorrisos e brincadeiras que ontem caracterizaram sua chegada em Israel.


A cerimônia foi transmitida ao vivo pela televisão oficial da ANP, que governa a Cisjordânia, mas não pela emissora do movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza. O presidente norte-americano foi presentado com um quadro com sua imagem ao lado do ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln.

Por meio de um comunicado, o primeiro-ministro de Gaza, Ismail Haniyeh, disse que não espera “nenhum resultado desta visita”. “Não esperamos que Obama vá mudar a equação política no terreno. Não acreditamos que a política norte-americana vá pôr fim à ocupação israelense”, acrescentou.

Pela manhã, quatro foguetes disparados da Faixa de Gaza atingiram o sul de Israel sem causar danos, no primeiro ataque deste tipo desde novembro.  Abbas condenou a o ato: “Condenamos a violência contra civis, independente da origem, incluindo o disparo de foguetes”, disse Abbas, citado pelo conselheiro político Nimr Hamad”.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, chegou antes de Obama em Ramallah. Obama e Abbas passaram revista a uma guarda militar antes de entrar na sede da Presidência para uma reunião. Ambos dirigentes têm programados para hoje um almoço de trabalho e uma entrevista coletiva.

À noite, Obama já deverá estar de volta ao território israelense, onde fará um discurso para estudantes no Centro Internacional de Convenções em Jerusalém.

Fonte: Opera Mundi

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Mundo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s