Brasil cresceu menos que a América Latina

Não será esse ano. O Brasil ainda engatinha para poder voltar a média do ritmo de crescimento na taxa dos 5%. O lamentável é que a média da região da América Latina e do Caribe é de 3,5%, ou seja, países de menor expressão como Peru, Panamá e Paraguai estão crescendo ainda mais que o Brasil.

São vários os fatores que favoreceram a diminuição do ritmo de crescimento, entre elas estão: o excesso de liquidez, crescimento mais lento da China, atividade econômica fraca e dívida pública elevada no mundo desenvolvido. Ou seja, os países sul americanos irão precisar aprender a caminha com as próprias pernas.

Apesar da atual fase, a última década foi muito proveitosa para os países latino americanos e caribenhos pois esses países experimentaram um progresso social em um rítmo muito acentuado, possuindo uma estabilidade macroeconômica, redução da pobreza e uma distribuição de renda cada vez mais justa. De agora em diante esses países devem trabalhar sobre ganhos passados, consolidando os dividendos de um crescimento com inclusão social e fazendo isso sem ajuda externa.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Mundo, Política e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s