Para o líder da oposição, Aécio Neves, até mesmo os parlamentares do PT são contra o rolo compressor de Dilma Rousseff

Até os Petistas já se desiludiram com o PT se transformou. Um partido sem alma, e muito distante daquilo que se propunha na época do seu surgimento.

Fonte: Queremos Aécio Neves Presidente

Senador Aécio Neves: lider da oposição

Senador Aécio Neves


Como líder da oposição brasileira, Aécio Neves mostrou desprendimento pessoal ao sair em defesa de possíveis adversários nas próximas eleições presidenciais. O senador mineiro, mais uma vez, demonstrou sua capacidade de enxergar o país muito acima de seus interesses partidários no momento em que foi a público prestar solidariedade a ex-ministra Marina Silva, a atual vítima do autoritarismo sem limites do PT.Aécio Neves esteve ao lado da ex-ministra, pré-candidata à Presidência da República, assim como ele, ao denunciar a tentativa do PT de manipular sua bancada no Congresso Nacional para evitar que novos partidos políticos de oposição possam ser criados.

Além de Aécio Neves e Marina Silva, outros líderes do PSDB, PSB, PDT, PPS e PSOL organizaram, no Senado Federal, um movimento em repúdio às novas manobras do governo federal. Uma ação que, inclusive, já encontra respaldo na própria trincheira petista.

A tentativa da presidente Dilma de vencer as próximas eleições a todo custo, inclusive pisando sobre a cabeça de seus companheiros no Legislativo, claramente, causa um constrangimento nos próprios parlamentares petistas. Muitos deles estão pasmos com o afronta de Dilma à democracia brasileira.

O senador Aécio Neves foi enfático até em sair em defesa dos deputados e senadores PT: “vejo que líderes do PT estão constrangidos. O PT, através da força do seu governo, impede até mesmo que seus parlamentares aqui possam expressar aquilo que suas consciências determinam. Vejo enorme constrangimento de democratas que existem em todos os partidos que estão sendo tutelados, levados pela força do governo a mudar de posição”.

A proposta de veto a financiamento e tempo de TV para novos partidos aprovada na Câmara dos Deputados dificilmente passará no Senado Federal. A sensação em Brasília é de que, desta vez, a presidente Dilma e sua claque passaram dos limites. O constrangimento imposto aos próprios petistas até fala mais claramente do que toda a revolta de adversários, como o líder da oposição, Aécio Neves.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Política Brasil e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s