Imagem retirada de um vídeo mostra um homem


Imagem retirada de um vídeo mostra um homem que acredita ser Bowe Bergdahl, capturado pelos talibãs
Foto: Uncredited / AP
Imagem retirada de um vídeo mostra um homem que acredita ser Bowe Bergdahl, capturado pelos talibãsUNCREDITED / AP

ISLAMABAD – O Talibã afegão afirmou nesta quinta-feira que está pronto para entregar um militar americano mantido em cativeiro desde 2009, em troca de cinco presos em Guantánamo. Shaheen Suhail, um porta-voz do Talibã, disse que o sargento do Exército dos EUA Bowe Bergdahl, desaparecido no leste do Afeganistão em 30 de junho de 2009, está em boas condições de saúde. A oferta vem num momento em que os Estados Unidos estão trabalhando para salvar as negociações de paz com os talibãs depois de o presidente afegão, Hamid Karzai, ter reclamado que estava sendo excluído do processo e que iria boicotar as conversações.

Suhail fez as declarações em uma entrevista exclusiva por telefone à agência Associated Press a partir dos escritórios do Talibã, recém-inaugurados em Doha, no Qatar. A troca de prisioneiros é o primeiro item da agenda talibã, antes mesmo da abertura as negociações de paz, segundo o porta-voz, que foi o primeiro secretário da embaixada afegã na capital paquistanesa de Islamabad antes da derrubada do governo Talibã em 2001.

Ele defendeu que, primeiramente, deve ocorrer a troca de presos. Depois, será construída uma ponte de confiança com os Estados Unidos. O porta-voz não deu detalhes sobre o paradeiro atual de Bergahl.

– Sim. Seria uma troca. Em seguida, passo a passo, queremos construir pontes de confiança para ir em frente – disse.

Ainda nesta quinta-feira, autoridades afegãs afirmaram que a remoção da bandeira e da placa de identificação do escritório do Talibã no Qatar não é suficiente. Negociadores de paz afegãos argumentaram que o escritório é destinado somente a esse propósito e que estão descontentes com as declarações do Talibã.

– É um tipo de estabelecimento Talibã que não queremos – afirmou à BBC Muhammad Ismael Qasemyar, membro do Alto Conselho de Paz do Afeganistão.

Os comentários das autoridades afegãs vem depois que o secretário de Estado americano, John Kerry, exortou Karzai a aliviar as tensões. Ele disse ao presidente que o escritório estava retirando a bandeira, e que a placa que designa o edifício como Emirado Islâmico do Afeganistão seria substituída por outra dizendo Bureau de negociações de paz.

Na quarta-feira, Karzai afirmou que os negociadores afegãos iriam boicotar as negociações no Qatar até as potências estrangeiras permitiram que o processo seja conduzido por afegãos. Ele também suspendeu as conversações de segurança com os EUA sobre a presença americana no Afeganistão após a saída da Otan em 2014.

Fonte: O Globo

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Mundo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s