Angelina Jolie critica Conselho de Segurança por estupro em tempos de guerra

 (AFP PHOTO/Stan HONDA )

A estrela de Hollywood Angelina Jolie criticou nesta segunda-feira o Conselho de Segurança da ONU por sua falta de ação contra os estupros ocorridos em tempos de guerra, evocando, entre outras coisas, os conflitos na Síria e República Democrática do Congo, em um discurso surpresa ante os 15 membros do organismo.

Jolie disse que o Conselho da ONU deve “mostrar determinação” para defender as milhares de vítimas de agressões sexuais durante as guerras. “O mundo ainda tem de assumir os estupros em zonas de guerra como uma prioridade”, afirmou.

“O estupro é uma arma de guerra, uma ameaça contra a segurança. Lutar contra a violência sexual é uma responsabilidade de vocês”, declarou ainda.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Mundo. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Angelina Jolie critica Conselho de Segurança por estupro em tempos de guerra

  1. Pingback: Sociedade Machista, Ou Como O Estuprador Não Precisa Ser Um Doente Mental | Colunas Tortas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s